sábado, 1 de novembro de 2008

Por Que Tudo Acaba?

Com todo respeito aos nostálgicos, mas a limitação é uma das maiores maravilhas da vida. Imagine como seria vida se tudo fosse pra sempre... digo, tudo na vida tem uma medida que faz esse fato em questão se tornar inesquecível. Um abraço, uma tarde com pessoas queridas que não vemos todos os dias, um sonho - quem nunca acordou querendo matar quem o tirasse do mais maravilhoso sonho??? -... Quero dizer, se tudo fosse eterno ninguém daria o valor devido às pequenas grandes coisas da vida.
Tenho saudades da minha infância, saudades de pessoas que marcaram, minha vida e por ironia acabei por nunca mais encontrar, saudades de muita coisa, mas nunca desejaria a eternidade delas.
A vida é como uma peça de teatro em apresentação única, tudo vai acontecer apenas uma vez, talvez ocorra algo parecido diverssas vezes, mas nunca igual... A emoção de se viver está na originalidade de cada momento: Novo, incerto, amadurecedor.

VAMOS VIVER!

Boa Noite.

2 comentários:

Muriel Pando Pereira disse...

A mudança faz parte da vida, e a saudade faz parte de nós. E não tem o que possamos fazer para a ausência de ambas ... ao menos devemos aproveitar os momentos para sentirmos saudades, e não arrependimento por não ter feito o que queríamos. E, afinal, só sentimos saudades do que foi bom.

Muriel Pando Pereira disse...

A, quanto ao que comentaste no meu blog, simplesmente amei! Obrigada! A maior satisfação de quam escreve e quando as pessoas gostam daquilo que lêem ...
Li seus textos e gostei bastante!
Beijo, e volte sempre!